Como ler mais livros

O artigo de hoje é praticamente uma tradução adaptada de um artigo retirado do site noseasimbecil.com.

Você gostaria de ler em 15 minutos o que você geralmente leva uma hora?

Imagine ter tempo para ler os livros da faculdade, coisas do trabalho e o que mais interessar até 5 vezes mais rápido do que antes…

Isso é completamente possível, e você só precisa de 25 minutos do seu tempo.

 

O que você precisa para colocar em prática o que será ensinado é: um livro didático de mais de 200 páginas que podem ser mantidas abertas em uma mesa, uma caneta, um cronômetro e 20 minutos sem interrupções.

Conceitos básicos

1- Reduzir o tempo que seus olhos gastam em cada linha.

O truque é fazer pequenos saltos dentro de cada linha. Cada um desses saltos são como fotografias pequenas que coletam o conteúdo máximo no menor tempo possível. Estes saltos vão durar entre um quarto de segundo e meio e são a chave para a leitura rápida.

2- Eliminar o hábito de re-ler o que acabou de ler.

Reler faz com que você perca 30% do seu tempo de leitura. O principal motivo é que pensamos muito enquanto lemos e isso é em parte devido à leitura muito lenta.

3- Treinar seus olhos para usar a visão periférica horizontal e aumentar o número de palavras que são vistas ao saltar.

Sem treinamento, a visão predominante é a visão central que reduz em 50% o número de palavras que podem ser lidas em cada salto visual.

Primeiro passo – Conheça a sua limitação

A primeira coisa que você deve saber é qual é a sua velocidade de leitura. Leve seu livro de prática e conte as palavras em cinco linhas. Depois de ter esse número, divida-o por cinco e você terá o número médio de palavras por linha.

Exemplo: 60 palavras / 5 linhas = 12 palavras por linha .

Prepare seu cronômetro e comece a ler. Não leia mais rápido do que o habitual e tente entender o que você lê. Não tente trapacear e nem se distraia olhando o cronômetro.

Quando você terminar, conte todas as linhas que você leu e multiplique pelo número de palavras por linha que você calculou antes. Marque esse número.

Segundo passo – Referência

A releitura, o tempo em cada salto e a perda de concentração podem ser resolvidos utilizando uma referência para apontar o texto. Quando você contou as palavras e as linhas, usou uma caneta ou um dedo? Se a resposta for sim, você tem o hábito de utilizar uma referência para guiar sua leitura.

Para a nossa prática, usaremos uma caneta para cada linha que lemos. Isso nos fará manter o tempo e a atenção intactos.

1- Técnica

Pratique usando sua caneta para guiar. Sublinhe cada linha que você lê ao focalizar a ponta da caneta. Não se concentre em entender o que você lê, mas em aprender a técnica. Cada linha deve ser lida e sublinhada em no máximo 1 segundo. Leia, mas em nenhuma circunstância você gasta mais de 1 segundo por linha.

2- Velocidade

Repita a técnica enfatizando cada linha por meio segundo. Você pode não entender nada, mas está dentro do nosso plano. Sublinhe durante os 3 minutos deste exercício e não gaste mais de meio segundo em cada linha durante a leitura. Concentre-se e não deixe sua imaginação voar. É muito comum nesta parte do exercício acabar pensando em outras coisas.

Terceiro passo – Visão periférica

Se você se concentrar apenas no que você tem na sua frente, você perderá dois terços da informação.

1- Técnica

Use a caneta para pular em cada linha. Comece colocando sua caneta na primeira palavra da linha e depois leve a última palavra. Este processo não deve durar mais de 1 segundo e sua intenção é tentar capturar o máximo de palavras sempre corrigindo a ponta da caneta.

Não se preocupe com a compreensão e tente aumentar a velocidade toda vez que você vai na página.

2- Técnica

Repita o exercício novamente apontando para a segunda e penúltima palavra de cada linha.

3- Velocidade

Repita o exercício apontando agora para a terceira e terceira para última palavra de cada linha. Desta vez, você deve mudar as linhas a cada meio segundo.

É normal você pode não entender nada. Ao refinar a técnica, você vai acostumar seus reflexos a poder olhar para si mesmo e entender todas as palavras que você fotografa.

Não diminua o ritmo de uma linha a cada meio segundo durante a prática. Concentre-se na caneta e mantenha a velocidade. São apenas 3 minutos, não pense que seja um exercício eterno e não pense no que você vai usar no fim de semana. Concentrado.

Passo Quatro – Calcule seu novo número de palavras por minuto.

Comece uma nova página e leia por um minuto como você normalmente (sem canetas ou pontos de suporte) o mais rápido que puder, enquanto mantém a compreensão. Multiplique o número de linhas ao terminar o número de palavras por linha que você calculou antes e você terá seu novo número de palavras por minuto. Compare com o número anterior cercado para ver se você melhorou ou não (eu garanto que melhorou).

Parabéns. Você deu o primeiro passo para dominar a leitura ultra-rápida.

Se você deseja mais sobre esse tema tem um artigo muito interessante falando sobre isso nesse link.

 

Um abração!

Meus livros favoritos

No artigo de hoje vou escrever sobre um assunto bem descontraído: meus livros favoritos.

Eu sei que quem adora leitura, assim como eu, gosta muito de receber esse tipo de conteúdo. Eu mesmo já pesquisei diversas vezes no google por temos como “melhor livro de ficção” ou “melhor livro no estilo Sherlock Holmes” e por aí vai…

Para fazer um pouco mais de sentido eu vou dividir em duas categorias: ficção e auto-ajuda. Esses são os dois tipos de livro que eu mais gosto de ler.

Então vamos lá…

Melhores livros de ficção

#1 Anjos e Demônios: o estilo de escrita do Dan Brown me prende do início ao fim, eu simplesmente não consigo parar de ler seus livros. Dentre os diversos que eu já li dele (Código da Vinci, Ponto de Impacto, Fortaleza Digital, etc), Anjos e Demônios inquestionavelmente foi o melhor.

#2 Senhor dos Anéis: a famosíssima história que se passa na terra média, conhecida mundialmente através dos filmes premiados pelo Oscar (11 ao todo), não podia deixar de ter um livro fenomenal por trás (3 livros, na verdade). A narrativa de Tolkien é detalhada, inteligente e cativante.

#3 O Código da Vinci: o livro mais famoso do Dan Brown (e que o lançou para o mundo) é o meu segundo favorito do autor. Trata-se de um livro fascinante que mistura ficção e realidade o tempo todo. É instigante você descobrir informações supostamente escondidas pela igreja em um contexto que faz bastante sentido.

#4 Dexter: um serial killer calculista, frio e… do bem! Consegue imaginar essa combinação? Pois é, essa história interessantíssima te prende do começo ao fim e até de desperta certa afeição por esse “criminoso” (o mais certo seria retirar as aspas kkkk).

#5 O Pequeno Príncipe: Um livro supostamente para criança que traz ideias para gente grande. Li esse livro pela primeira vez por volta dos 12 anos de idade e o reli com 26, fiquei impressionado com diversas mensagens que eu, naturalmente, não tinha capitado!

Melhores Livros de Auto-ajuda

#1 O Poder do Hábito: Charles Duhigg criou uma verdadeira obra de utilidade pública ao escrever esse livro. Os relatos de casos relacionados ao poder do hábito que vão te deixar abismado e a sistemática ensinada no livro podem mudar sua vida para sempre.

#2 Em Busca de Sentido: nesse livro o psiquiatra austríaco Viktor Frankl conta sua triste história nos campos de concentração nazista durante a 2º Guerra Mundial. Seus ensinamentos profundos te ensinarão a valorizar mais a vida, enxerga-la sobre outra ótica e você conhecerá o que ele chama de “a última das liberdades”.

#3 Quem Pensa e Enriquece: escrito no início do século passado e com mais de 30 milhões de cópias vendidas, em Quem Pensa Enriquece Napoleon Hill analisa profundamente diversos milionários e bilionários do seu tempo para chegar a uma fórmula destrinchada para o sucesso.

#4 Os 7 Hábitos da Pessoas Altamente Eficazes: livro super indicado para quem deseja melhorar sua eficácia no meio profissional e realizar o que realmente importa para ter sucesso na vida.

#5 A Arte da Guerra: livro milenar com sabedoria ainda atual. Um dos livros mais vendidos de todos os tempo, merecidamente.

 

Essa é a minha lista… E aí, gostou? 🙂

Praticamente todos os livros citados podem ser encontrado no site da Amazon.

 

Um abração!

Como Aumentar o Foco na Leitura

Um problema muito comum que faz uma pessoa ler bastante vagarosamente é a falta de foco, seja uma leitura para aprendizado ou para lazer.

Vez ou outra paramos nossa leitura para ver uma notificação no celular (isso está virando doença!), para pensar em algum assunto qualquer ou qualquer outro tipo de distração.

Existem diversas técnicas de leitura para você aumentar seu foco para ler cada vez mais rápido, entretanto nesse artigo irei focar em apenas uma dica muito bacana que você vai poder começar a colocar em hoje mesmo…

E você vai perceber uma diferença clara na sua produtividade.

Essa é uma técnica muito interessante que aprendi em um curso de leitura dinâmica. Curioso? Então continue comigo. 🙂

O Barulho do Bem

Se tem uma coisa que atrapalha nossa leitura é barulho.

Imagine a cena de você lendo um bom livro para relaxar ou algum livro da faculdade para se dar bem na prova e, de repente, passa um carro de som com o volume lááá em cima fazendo propaganda política…

Você já passou por isso?

Se sim é bastante provável que você tenha perdido o foco e tenha tido que retomar algumas linhas ou páginas.

Agora uma coisa curiosa… Existe o barulho do bem. Tão do bem que você praticamente vai colocar ele dentro do seu ouvido. kkk

Bom, o grande segredo é ouvir música clássica com fones durante a leitura!

As ondas liberadas por esse tipo de música ativa genes no cérebro e ajuda na concentração e no aprendizado, saiu inclusive no G1 uma matéria sobre isso.

Essa é uma dica incrível, pois além de você ocupar seu ouvido para evitar ser distraído por “distúrbios externos”, o que vai aumentar o seu foco, você também vai beneficiar suas capacidades cognitivas!

Caso não tenha jeito de você ouvir música enquanto lê alguma coisa aqui vai outra boa notícia: você pode deixar o volume bemmm baixinho, quase mudo, pois o que importa na verdade são as ondas, que serão liberadas do mesmo jeito independente do volume. 🙂

Onde Ouvir Música Clássica

Bom, isso é muito fácil.

Aplicativos para celular como deezer e spotfy podem te ajudar tranquilamente, mas minha opção favorita é o bom e velho youtube…

É só pesquisar por “música clássica para estudar” e pronto!

Vou deixar um dos meus favoritos abaixo para você testar. 😉

Isso é tudo. Espero que você teste e perceba como seu foco na leitura vai melhorar bastante.

Se você tem dúvidas se leitura dinâmica funciona, por exemplo, esse exercício vai começar a abrir sua mente.

 

Um abração!